6 indicadores de desempenho logístico para sua empresa

O uso de indicadores de desempenho logístico é fundamental para subsidiar as decisões de uma transportadora. Isso porque essas métricas permitem a compreensão da realidade da empresa e de seus serviços.

A partir deles, o setor administrativo estará mais apto a elaborar e revisar planejamentos, o que facilitará a busca por uma maior rentabilidade e aumento no número de clientes.

Por isso, trouxemos os 6 principais indicadores da área, de modo que você possa aplicá-los e obter resultados significativos. Boa leitura!

1. Order to cash (OTC ou O2C)

O order to cash (OTC) visa a compreensão das etapas do ciclo de entrega, ou seja, de como a transportadora age do pedido até o efetivo pagamento.

Dentre os passos verificados, podemos citar os seguintes:

  • efetivação do pedido;
  • análise de crédito;
  • separação;
  • faturamento;
  • entrega;
  • cobrança;
  • pagamento.

Com esse fluxograma definido, é possível constatar os custos das atividades de cada etapa, bem como se não há ações mais econômicas para alcançar os mesmos fins.

2. On-time delivery (OTD)

O OTD é uma métrica relativamente simples. Trata-se do percentual de entregas efetuadas dentro do prazo em relação ao número total de entregas.

Esse indicador é um ponto de partida para entender a eficiência da transportadora. Afinal, com ele, os gestores podem identificar as consequências das decisões de logística em relação ao cumprimento de prazos.

Além disso, o cálculo pode ser dividido por setores, a fim de descobrir os responsáveis por um desempenho abaixo das expectativas. 

3. On-time & in-full (OTIF)

O desempenho de uma transportadora pode ser medido tanto pela perspectiva da empresa como pela do consumidor.

Esse último caso é a opção sempre que o OTIF é utilizado, o qual mede a completude das entregas realizadas, sob a ótica do cliente.

Trata-se de uma métrica que combina dois elementos:

  • o respeito ao prazo de entrega (on time), considerando as previsões fornecidas ao cliente, além das datas de entrada, processamento e saída de produtos;
  • as condições do serviço (in full), como ausência de danos ou violação de embalagens, assertividade quanto ao local de entrega etc. 

Sempre que esses dois parâmetros são alcançados, a entrega foi realizada on-time & in-full. Para medir a eficiência nessa área, basta obter o percentual de entregas OTIF em relação ao total de entregas.

4. Order cycle time (OCT)

O order cycle time diz respeito ao tempo de entrega, considerando dois aspectos. O primeiro é o confronto da data do pedido e de entrega, e o segundo o tempo gasto em relação à distância percorrida.

Com esse indicador, o gestor pode buscar maneiras de eliminar atrasos e métodos mais ágeis para realizar entregas, medindo seus impactos no OCT da transportadora.

5. Avarias de transporte

O indicador de avarias de transporte mensura os danos causados à frota, revelando a necessidade ou não de ampliação das manutenções preventivas.

Esse indicador é obtido da seguinte forma:

  1. multiplica-se o número de entregas com avarias em veículos por 100; 
  2. divide-se o valor obtido pelo número total de entregas;
  3. Obtém-se o percentual de entregas com avarias em veículos.

Vale ressaltar que o ideal é que o resultado fique abaixo de meio ponto percentual (0,5%).

6. Extravios e danos às mercadorias

O índice de extravios e danos às mercadorias visa identificar problemas na qualidade do serviço, uma vez que mensura o percentual de entregas em que a carga foi perdida ou avariada.

Essa métrica é calculada de maneira similar ao exemplo anterior, ou seja, multiplica-se o número de entregas com problemas por cem e divide-se pelo total de entregas realizadas.

Sendo assim, obtém-se a quantidade de entregas em que os bens do cliente foram prejudicados, permitindo a fixação de metas e estratégias para reduzir esse percentual.

Por fim, vale ressaltar que os 6 indicadores de desempenho logístico mencionados são apenas alguns dos muitos exemplos aplicáveis ao dia a dia das transportadoras. Logo, fique à vontade para pesquisar outras opções e elaborar relatórios ainda mais completos.

Caso você conheça um indicativo que ficou de fora ou queira enviar seu feedback sobre o texto de hoje, deixe um comentário no post!

Foque no seu negocio

Receba nossas dicas de planejamento tributário e advocacia preventiva para aumentar a competitividade da sua empresa

Obrigado!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"