Que impactos o eSocial gera para as empresas brasileiras?

Você sabe como funciona o eSocial para empresas? Trata-se de uma parte do projeto SPED (Sistema de Escrituração Publica Digital) que visa a unificar a entrega da documentação previdenciária, trabalhista e fiscal. Leia este post para entender melhor:

Instituído em 2014, ele faz com que os dados passados ao Ministério do Trabalho e Emprego, à Caixa Econômica Federal, à Receita Federal e à Seguridade Social passem a ser padronizados.

Além disso, ele permite o registro de um novo funcionário um dia antes de ele começar a trabalhar, por exemplo. E ainda mantém o controle sobre os depósitos mensais referentes ao FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço).

E não é só isso. Para você entender melhor, listamos abaixo os setores afetados pela implantação do eSocial. Confira!

Relações trabalhistas

As relações trabalhistas, no Brasil, já são normatizadas há muito tempo. Entretanto, a implantação do eSocial exige uma atenção a mais por parte dos empregadores.

Os funcionários do departamento de recursos humanos precisam receber treinamento e desempenhar o seu serviço com atenção e responsabilidade. Isso porque o não envio dos dados do funcionário novo para que ele seja registrado antes que comece a trabalhar, por exemplo, pode gerar multas.

Caso deixem para dar entrada no processo após ele levar seus documentos, no primeiro dia de trabalho, a empresa fica sujeita a essa punição caso ocorra uma fiscalização bem nesse dia e constate que o funcionário ainda está sem registro.

Gestão de processos

Se os dados passados a todos os órgãos que citamos acima serão armazenados em um sistema unificado, os departamentos da empresa também precisam funcionar em total sintonia.

O financeiro, os recursos humanos, o jurídico e a contabilidade precisarão contar com uma boa comunicação interna para que não haja divergência de dados ou perda de prazos. Treinamentos também são bem-vindos. 

Tecnologia da Informação

Não são só os departamentos que lidam com finanças ou funcionários que sofrerão impactos. O departamento de TI também é diretamente afetado pela implantação do eSocial. Isso porque ele exige a implantação de bons softwares de gestão empresarial.

É melhor optar por sistemas que atuem em conjunto com o sistema oficial de dados. Eles costumam ajudar na hora de manter-se atualizado junto aos principais órgãos que regem processos fiscais e trabalhistas.

As orientações do Manual de Orientação do eSocial também devem ser seguidas, assim como a sequência pré-estabelecida para o envio de dados. Além disso, quaisquer inconsistências nas informações gerarão uma notificação para a empresa.

A não justificativa após ser notificada representa uma infração por inconsistência ou omissão. Dessa forma, o governo tem maior controle sobre as instituições. 

Demais setores

A construção civil, que costuma contar com uma alta rotatividade de funcionários, será obrigada a rever seus procedimentos internos. Empresas de varejo e alimentícias, que costumam contratar muitos funcionários em seu primeiro emprego, também precisarão rever os processos.

Todos os trâmites de contratação e demissão passam a ocorrer de forma mais rápida e o governo também passa a ter maior facilidade para identificar possíveis irregularidades relacionadas a essa questão.

Entendeu a importância do eSocial para empresas? Quer ficar por dentro de mais conteúdos como este? Então leia nosso outro artigo para entender como organizar seu planejamento tributário. Vamos lá!

Foque no seu negocio

Receba nossas dicas de planejamento tributário e advocacia preventiva para aumentar a competitividade da sua empresa

Obrigado!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"